top of page

RETRÔ AVALIA MUDANÇA DE MANDO PARA OLINDA, MAIS PROJETO DE ESTÁDIO PRIORIZA CAMARAGIBE

O estádio com capacidade para 12 mil pessoas tem seu projeto de construção na última fase . Desde a sua profissionalização, em 2019, o clube-empresa vem mandando os seus jogos na Arena Pernambuco. Entretanto, o clube sempre aumejou a sua própria casa. O empreendimento está orçado entre R$ 15 milhões e R$ 20 milhões.


Esse investimento é inferior ao da construção do Centro de Treinamento em Aldeia. O CT, que já recebeu a Seleção Brasileira Sub 18, custou cerca de R$ 35 milhões. Portanto, o potencial econômico da fênix indica a realização de fato. Só que esse plano não corre numa só direção.


Planos paralelos para o futuro mando


Em relação ao futuro estádio, a ideia original é erguê-lo em Camaragibe, o município onde está sediado o atual vice-campeão pernambucano. Observando a única imagem vazada até o momento, com uma folha do projeto executivo, o estádio ficaria no Km 8 da Estrada de Aldeia, próximo ao CT. Além de Camaragibe, o clube já conversou com outras prefeituras nas proximidades da Região Metropolitana do Recife, seguindo, até o momento, sem uma definição quanto à localização. Há o conceito do campo, falta escolher o terreno.


E além disso, mas tão importante quanto, a fênix também visa uma outra possibilidade no “mercado”. De acordo com o diretor do clube, Gustavo Jordão, o mando de campo vem sendo articulado de forma paralela para uma mudança para Olinda. No caso, numa parceria com a prefeitura para a utilização do Grito da República, que, apesar da inauguração em 2016, segue vetado para jogos oficiais com público. Em 2022, via emenda parlamentar, foi captado um aporte de R$ 300 mil para obras de requalificação no estádio olindense. Com isso, o recém-criado Santa Fé, hoje na Série A2 do Estadual, também quer mandar os seus jogos por lá.


Com informações: Site Cassio Zirpoli

@camaragibeagora




16 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page