top of page

OUTROS GESTORES DE MUNICÍPIOS PERNAMBUCANOS TAMBÉM DEVEM DECRETAR CALAMIDADE FINANCEIRA

Em nota enviada para nossa redação, a prefeitura de Camaragibe afirmou que mantém a responsabilidade fiscal e garante o pagamento de servidores e fornecedores. 𝙎𝙚𝙜𝙪𝙚 𝙖 𝙣𝙤𝙩𝙖 :


Prezado Jornalista Hely Cruz,


A Prefeitura de Camaragibe esclarece, de antemão, que mantém a responsabilidade fiscal e garante o pagamento de servidores e fornecedores.

Contudo, o decreto do estado de calamidade financeira, que ainda carece de lei autorizativa por parte da Assembléia Legislativa do Estado para surtir qualquer efeito, visa declarar as dificuldades causadas pela queda inesperada e vertiginosa do FPM, o que impactou nas receitas do município.


Importante ressaltar que o motivo da decretação de calamidade financeira, discutida em comum acordo com a Alepe, o TCE, a Amupe e vários representantes de diversas prefeituras, conforme amplamente divulgado na Imprensa, é a queda nas receitas de dezenas de municípios do Estado de Pernambuco, incluindo Camaragibe, o que tem prejudicado a prestação dos serviços públicos essenciais.


A medida não será adotada apenas em Camaragibe, mas em diversos outros municípios de todas as regiões do Estado.

Destacamos novamente que não haverá comprometimento de salários de servidores e nem dos serviços prestados à população. Esperamos a reposição dos recursos, já sancionada pelo Governo Federal, para aplicação em mais ações de interesse dos munícipes.


A gestão ressalta que, mesmo com a diminuição dos repasses, investimentos importantes estão sendo feitos no município, a exemplo das obras de reconstrução do Mercado Público, requalificação da Rua Eliza Cabral, reforma do ginásio poliesportivo e pavimentação de vias, contenções de morros, entre outras.


118 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page