top of page

O QUE É AVC ISQUÊMICO, DERRAME QUE ATINGIU SÉRGIO LOPES


Acidente Vascular Cerebral Isquêmico, AVC isquêmico, ou simplesmente AVCI, é o tipo mais comum de derrame cerebral.

No AVC isquêmico, algumas partes do cérebro morrem e param de funcionar porque deixaram de receber o suprimento de sangue necessário para seu bom funcionamento, devido ao entupimento de veias e artérias cerebrais.

O AVC isquêmico pode levar o paciente ao óbito ou deixar sequelas graves, caso ele consiga se recuperar. Há pacientes que sofreram AVC isquêmico que se recuperaram por completo.

De modo geral, quanto mais rápido o paciente e aqueles ao seu redor notarem os sinais do AVC isquêmico e mais rápido ele for encaminhado para o devido atendimento médico, melhores são suas chances de recuperação.

Quais as causas do AVC Isquêmico?

O AVC Isquêmico é causado pelo entupimento de veias e artérias que são responsáveis pela irrigação de diferentes partes do cérebro.

Esse entupimento pode ser causado por dois motivos:

– coágulo sanguíneo: um coágulo sanguíneo pode se formar no cérebro ou em diferentes partes do corpo, chegando até o cérebro. Esse coágulo limita o fluxo sanguíneo ou o bloqueia completamente, causando o AVC isquêmico.

– estreitamento dos vasos sanguíneos: em longo prazo, a pressão alta descontrolada pode alterar o formato das veias e artérias sanguíneas do paciente, fazendo com que fiquem mais afinadas e menos elásticas, aumentando as chances de AVC isquêmico. O estreitamento dos vasos sanguíneos também pode acontecer devido à aterosclerose (deposição de placas de gordura na parede das veias e artérias), limitando o fluxo de sangue.

Quais os sintomas do AVC Isquêmico?

O AVC isquêmico pode ser uma doença silenciosa, em que o paciente não apresenta sintomas ou sinais até que o AVC já esteja em devido curso e bastante avançado.

Assim, muitos dos seus sintomas são súbitos e aparecem do nada.

Entre os principais sintomas de AVC isquêmico, podemos destacar:

perda de força em apenas um dos lados do corpo;

formigamento em um dos lados do corpo;

dificuldade para falar, sensação de língua que enrola ou não conseguir se fazer compreender;

✅ boca que entorta ou perda da expressão em um dos lados do corpo;

✅ perda da coordenação motora;

✅ dificuldade de realizar comandos simples, como levantar um dos braços ou caminhar em linha reta;

✅ alterações na visão;

✅ dor de cabeça intensa;

✅ tontura ou vertigem;

✅ desmaios;

✅ vômitos.

É importante destacar que o paciente de AVC isquêmico pode apresentar somente um desses sintomas ou vários deles ao mesmo tempo.

Como é o tratamento de AVC isquêmico?

O tratamento precisa ser imediato e deve ser iniciado o mais rápido possível assim que o diagnóstico de AVC isquêmico for confirmado.

Ele envolve o uso de medicamentos trombolíticos diretamente na veia, que ajudam a afinar o sangue, com o objetivo de diluir o coágulo que está causando o AVCI.

Quando o AVC isquêmico é causado por coágulos muito grandes ou pelo estreitamento de veias e artérias do cérebro, é possível inserir um cateter nessas veias. O cateter poderá dissolver o coágulo ou aumentar o tamanho das veias por meio de um stent. Trata-se de um procedimento cirúrgico minimamente invasivo que pode ajudar na pronta recuperação do paciente.

Após a intervenção médica, pode ser necessário acompanhamento médico mais detalhado, para entender se o paciente teve alguma sequela e o que pode ser feito para ajudar em sua recuperação.

19 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page