DENUNCIA: TONINHO É ACUSADO DE ROUBAR O CELULAR DO VEREADOR ROBERTO DA LOTERIA NA CÂMARA MUNICIPAL


ROBERTO DA LOTERIA E TONINHO OLIVEIRA NA SESSÃO DA CÂMARA

A última sessão da Câmara Municipal realizada na terça-feira (25) foi bastante agitada. O Vereador Roberto da Loteria filiado (PRTB), ao utilizar a tribuna durante a sua fala em forma de desabafo e um pouco efusiva acusou o vereador Toninho Oliveira (PP) de ter roubado o seu celular, no final da votação do impeachment do ex-prefeito Demóstenes Meira. O vereador contou detalhes da ação, que segunda ele, conto com a participação do seu filho.


“Estávamos aqui, depois que terminou o impeachment. O meu celular foi roubado desta mesa aqui e eu tenho, com propriedade que quem roubou meu celular, foi vossa excelência!” afirmou Roberto da Loteria.


O parlamenta continuou “O senhor é ladrão, vossa excelência. O senhor roubou meu celular aqui na Casa, o senhor entregou ao seu filho”. Segundo Roberto, o filho do vereador não teve culpa de ter pegado o aparelho.


Roberto atribuiu o roubo pelo motivo do vereador Toninho acha que em seus arquivos existiam gravações ou outro tipo de provas contra ele.


Ainda durante sua fala, o vereador informou que tinha mais coisas pra serem ditas, porém o seu tempo não lhe permitia, mas voltou a afirmar “Mas, digo com toda propriedade que tenho nessa Casa, que o celular estava aqui (apontando pra mesa da presidência), foi roubado por vossa excelência, Toninho Oliveira”.


Ao termino da sessão, a noticia ganha repercussão na cidade e em blog de noticia politicas, tendo em vista que a sessão é transmitida na integra através do Camaragibe Agora e outros meios de comunicação local.

CONFIRA A NOTA DIVULGADA PELA CÂMARA MUNICIPAL DE CAMARAGIBE

O Presidente da Câmara Municipal de Camaragibe, Vereador Paulo André, considerando a manifestação do Vereador Roberto da Loteria, proferida na sessão plenária de 25 de agosto de 2020, vem a público ressaltar que tal atitude do parlamentar não reflete a opinião da Casa Lacerda Vicente de Menezes.


A Câmara Municipal é um espaço democrático, com pensamentos divergentes, contudo, de forma alguma, compartilha de manifestações ou atitudes que possam atingir negativamente qualquer ser humano ou instituição.


Portanto, pedimos desculpas a sociedade Camaragibese, sobretudo aos presentes na sessão, salientando a missão de bem representar a comunidade e efetivar seus compromissos legislativos e constitucionais, onde jamais iremos apoiar ou defender qualquer forma de propagação do ódio.


Reafirmamos que toda e qualquer situação não pode ser generalizada, lamentando profundamente o ocorrido.


Destacamos que dentro das prerrogativas da Câmara Municipal, estão sendo realizados os pertinentes encaminhamentos para a apuração de possível falta grave de decoro parlamentar e, se todos os vereadores entenderem que deve se abrir um processo por tal ato, serão tomadas as providências necessárias por parte do Poder Legislativo.

Estamos a disposição para dirimir quaisquer dúvidas.

38 visualizações